terça-feira, 24 de março de 2009

VAI UM CANUDINHO, MERMÃO?


O pensamento obscuro e irracional de certos "inteliquituals"(tecla SAP) é, sem dúvida, a motivação para contribuição de caos sociais como o que acontecerá na Grã-Bretanha. Antes de ler a matéria, responda: alguém quer se matar enforcado, o que você faria? Daria uma corda a ele ou tentaria, no mínimo, dissudi-lo desta ideia? Se alguém desejasse roubar um banco e falasse a você, você daria uma arma a ele? A menos que o senso de errado ou crime esteja em pleno desequilibrio em você, o mínimo que você deveria fazer é dizer-lhe que este não é o caminho; e mesmo que ele insistisse (e fizesse), é claro, você não o apoiaria, pois seria cúmplice dele. Pois bem, a Grã-Bretanha, para evitar o problema de contaminação da Hepatite C, transmitida entre os usuários de cocaína que compartilham o mesmo canudo (cédulas enroladas), distrubuirá canudinhos para os usuários!!!! Ou seja, evita-se a Hepatite C, por ser um problema de saúde pública, mas libera-se o uso da cocaína, cem vezes mais mortal e danosa do que a Hepatite C. Ora, o viciado produzirá muito maior dano a si, a família e ao estado (por exemplo, precisará de mais policiais para combater a criminalidade, já comprovamende associada ao crescimento de usuários de drogas) do que a Hepatite C.

Clínicas de desintoxicação, orientações, educação, propagandas sobre os perigos etc, etc., seriam mais promissores do que dizer ao cocainômanos: Ok, tá aqui o teu canudinho. Mate-se de outra forma; prejudique o estado de outra forma; contribua com o tráfico de outra forma; lasque sua família de outro jeito; mas com hepatite C? Ah, isso não!"

Quer tomar veneno? Tá aqui o frasco!
Como disse, o pensamento entenebrecido é louco!
Fiquem com a matéria:

________________________________________________________________

Condado britânico dá canudos para viciados em cocaína

O governo do condado de Kent, na Grã-Bretanha, está financiando a distribuição de canudinhos para viciados em cocaína.
As autoridades dizem que a iniciativa tem o objetivo de conter a propagação da hepatite C, que pode ser transmitida entre usuários da droga que compartilham cédulas enroladas.

Os canudinhos, feitos de papel, podem ser obtidos gratuitamente em seis centros de atendimento para viciados em drogas, e trazem uma mensagem alertando para o risco de propagação da doença.

Lesley Andrews, chefe do Kent Drug and Alcohol Action Team, disse ao jornal britânico Daily Telegraph: "Nós não encorajamos o uso de drogas, mas há uma necessidade de reduzir os males causados pelo abuso dessas substâncias."
"Os canudinhos são uma medida de saúde pública", acrescentou.
O esquema, em andamento há seis meses, tem o apoio de ONGs que lidam com viciados em drogas. Muitos moradores de Kent, contudo, estão insatisfeitos com a medida.
"Eu acho que isto dará sinal verde para as pessoas continuarem usando cocaína", disse Melanie Hyde, da cidade de Maidstone.

"Eu vi os efeitos desta droga e acho que nós não deveríamos ajudar ninguém a usá-la", afirmou Ian Cogan, de Chatham, ouvido pelo Daily Telegraph. "Pode haver boas intenções por trás disso mas eu não acho que o dinheiro dos contribuintes deveria ser gasto com canudinhos para cocaína."


Postado por Gaspar de Souza

4 comentários:

jorge jose pereira disse...

Gaspar, este episódio e muitos outros que denigrem o lado moral e ético do homem, nada mais são do que o cumprimento das Santas Palavras. Como cristãos não devemos nos acomodar com o caos que está se instalando dentro da sociedade. Temos o dever de mostrar o verdadeiro caminho as pessoas - mesmo entendendo que tudo que está acontecendo são o cumprimento da Palavra de Deus e que nada está fora do seu controle. Um abraço.

Anônimo disse...

Considero incoerente a atitude desta nação de lidar com uma questão tão séria de modo irresponsável.

Gustavo.

Anônimo disse...

Parabéns pr. Gaspar pelo blog. Gostaria que o sr. tratasse sobre os Conflitos entre COsmovisões e apresentasse que a Cosmovisão Cristã é a ideal.

Abraço,

Márcio Ribeiro.

Anônimo disse...

Gostaria de parabenizá-lo pelo blog e também pelas matérias em debate. Precisamos ter conhecimento dessas coisas e ao mesmo tempo não compartilhar-mos com o errado.

Considero abominável a atitude desta nação em propagar, cada vez mais, o uso de drogas. Um erro muito grave na minha visão.

Fica com Deus.

Terezinha Rodrigues.