sábado, 26 de julho de 2014

Quatro Pecados que também serão permitidos se Você Ignora o que Levítico diz sobre Homossexualidade

Por Alex Kocman
Alguma vez você já jogou o “Jogo de Levítico”?
Muitos que apoiam a homossexualidade – até mesmo entre cristãos professos – gostam de desfrutar do jogo de vez em quando
Como se joga?
O Jogador 1 começa com Levítico 18:22, que diz: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é”(ACF)
Infelizmente, este verso tem sido considerado uma “passagem de esmagar” por causa forma como alguns têm usado para ferir LGBT’s, intencionalmente ou não. A Lei de Deus é luz que nos conduz ao arrependimento e verdadeira santidade em tudo que fizermos, e isso com o auxílio da transformação miraculosa de Deus em nossas vidas por Jesus Cristo. Sua utilização destina-se a infundir convicção piedosa que conduza à esperança, mudança e um ódio pelos pecados de nossas vidas. Não deve ser usada para “espancar” ninguém.
Mas, se você quer continuar jogando este jogo, encontrará tantas leis bombásticas-malucas no livro de Levítico quanto você puder. O objetivo do jogo é mostrar que os Cristãos modernos rejeitariam todas aquelas leis, incluindo aquelas sobre homossexualidade.
O Jogo de Levítico pode ser fácil e divertido, mas ele tem problemas. Ele não trata Levítico como um livro real de leis – feito para ser lido em contexto, interpretado à luz do restante da Bíblia – contendo uma variedade de mandamentos, alguns feitos apenas para o Sacerdócio Levítico de Israel, e outros não.
Então, em qual categoria Levítico 18, um capítulo que condena a homossexualidade, se encaixa?
Amigos, permita-me  em um exercício de paródia como eu mesmo jogo uma partida do jogo de Levítico.
O que, então, seria permitido se descartarmos Levítico 18?
1. Incesto
Provavelmente, a maior parte de Levítico 18 trata com o Incesto em todas as suas várias formas. Se você ignorar estes versos junto com o versículo 22, que fala sobre homossexualidade, então você deveria permitir ter relação sexual com...
o    Parentes próximos   (v. 6)
o    Pais (v. 7)
o    Madrasta  (v. 8)
o    Irmãos e irmãs (v. 9)
o    Meios-irmãos    (v. 11)
o    Meios-irmãs (v. 9)
o    Netos (v. 10)
o    Tios e Tias (v. 12 – 14)
o    Nora (v. 15)
o    Cunhadas (v. 16)
o    Uma mulher e sua filha ou netos (v. 17)
o    Irmã da Esposa   (v. 18)
Isto é suficiente para fazer o estômago de alguém revirar. Mas, se você quer ser consistente, nós temos que continuar jogando o jogo.
2. Adultério
O versículo 20 diz: “Nem te deitarás com a mulher de teu próximo para cópula, para te contaminares com ela”.
“Próximo” aqui não significa seu vizinho, mas semelhante. Jesus usou o mesmo tipo de expressão quando ele citou o capítulo 19 de Levítico, dizendo “amarás ao teu próximo como a ti mesmo”(v. 18)
3. Sacrifício de Crianças
“E da tua descendência não darás nenhum para fazer passar pelo fogo perante Moloque; e não profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o SENHOR” (Levítico 18:21)
A adoração a Moloque era uma religião especialmente hedionda no Antigo Oriente Médio, ondes os pais ofereciam seus filhos pequenos em nos braços quentes do ídolo com cabeça de touro em sacrifício ao falso deus.
Um comentário rabínico judaíco do século 12 descreve o rito barbado da seguinte forma:
“…Eles aquecem-lhe [Moloque] em suas partes mais baixas; e suas mãos são estendidas, e estando quentes, eles colocam suas crianças entres suas mãos, e elas são queimadas; quando ela grita com veemência, os sacerdotes batem um tambor a ponto do pai não poder ouvir a voz de seu filho, e seu coração não ser movido [a tirá-la]”
Como o restante dos mandamentos neste capítulo, isto não se aplica apenas a Israel, mas a todos, incluindo os indígenas cananeus adoradores de Moloque que vivem vizinhos à terra de Israel (v. 26). De acordo com este capítulo, eram os envolvimento dos próprios Cananeus em todos estes pecados listados aqui a razão de eles serem expulsos da terra e  terem sido conquistados por Israel em primeiro lugar.
4. Bestialidade
“Nem te deitarás com um animal, para te contaminares com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; confusão é”(Levítico 18:23).
A Escritura absolutamente proíbe qualquer forma de relação sexual com um animal.
Claramente Levítico 18 não é apenas sobre a nação de Israel. Deus fala para as pessoas, “Com nenhuma destas coisas vos contamineis; porque com todas estas coisas se contaminaram as nações que eu expulso de diante de vós” (Levítico 18:24).
Isto não é um jogo
Chega do jogo de Levítico por enquanto, porque eu já posso ouvir um profundo questionamento vindo por aí: mas a homossexualidade é um pecado “igual” a esses outros pecados?
Depende do pecado. Todos nós temos dores,tentações e fontes naturais de fraqueza. Deus nos conhece por dentro e por fora. Ele conhece todas as nossas  histórias. Mas Sua santidade é a principal preocupação para ele.
Ousamos equiparar homossexualidade com esses outros pecados listados em Levítico 18? O ponto principal é, como o Apóstolo Tiago escreveu: “Todavia, se cumprirdes, conforme a Escritura, a lei real: Amarás a teu próximo como a ti mesmo, bem fazeis. Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redarguidos pela lei como transgressores. Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos. Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, também disse: Não matarás. Se tu pois não cometeres adultério, mas matares, estás feito transgressor da lei (Tiago 2.8 – 11).  
Em outras palavras, o mesmo Deus que declara incesto e adultério como pecaminosos, também coloca a homossexualidade na mesma categoria, sabendo muito bem as lutas que todos os tipos de seres humanos enfrentam. Os seres humanos julgam a si mesmos e uns aos outros em uma curva, mas Deus vê todos como iguais e totalmente expostos perante Ele. O mesmo Deus que veio amando, sacrificando-se e servindo na forma humana de Jesus Cristo, é o mesmo Deus que nos deu aqueles justos mandamentos no Antigo Testamento.
The problem with the selective-obedience "Leviticus game" isn't just that it pits Scripture against itself, but that it unjustly divides the character of God.
O que é verdadeiramente profundo é que em Tiago 2, onde aprendemos que todos os pecados são igualmente violações do caráter de Deus, o ponto é que qualquer tentativa de obter aprovação de Deus através de uma boa regra moral é totalmente inútil.
O problema com a obediência-seletiva do “Jogos de Levítico” não é apenas que ela coloca a Escritura contra si mesma, mas também que divide injustamente o caráter de Deus.
Isto é importante, pois mesmos LGBT’s não-Cristãos estão jogando “o Jogo de Levítico” de si próprio, confiando que Deus irá aceitá-los porque eles obedecem alguns mandamentos “importantes” (por ser uma pessoa decente em geral), enquanto não obedecem em outros.
Existe uma lei da liberdade, onde somos libertos do medo seguimento de regras e libertos para amar e agradar a um Deus santo. Mas não começamos a viver desta maneira por editar as normas de Deus. Começamos a viver de forma livre por arrependermos de nossos pecados e deixar-nos ser capacitados por Deus para viver. Verdadeira liberdade – obediência voluntária às leis de Deus em vez de ressentimento – só vem uma vez que mudamos nossas mentes sobre nossos pecados e confiamos no sacrifício de Cristo para pagar nossa pena.
Ninguém está imune às tentações. Mas, por favor amigo, acerte-se com Deus, arrependendo-se do pecado e confiando em Cristo, não importa que você seja.
Alex Kocman é editor e escritor para Christian Life News e Charisma News com treinamento em Estudos Bíblicos. Você pode ler seu blog ou segui-lo no Twitter @ajkocman.

Fonte: Charisma News

Traduzido por Gaspar de Souza 

Nenhum comentário: