segunda-feira, 29 de junho de 2009

2o Encontro sobre Presbiterianismo


Olá a todos. Este é o 2o ano que promovemos o nosso Encontro sobre Presbiterianismo. Neste ano o nosso encontro acontecerá nos dias 13 – 17 de julho, das 19h - 21h, na Sede de nossa igreja – Igreja Presbiteriana dos Guararapes, à Estrada da Batalha, 1689, em Jaboatão dos Guararapes. Acima o cartaz do evento. Clique na imagem para ampliar. O tema de nosso encontro é baseado no texto Paulino: “Retendo as tradições que nos foram ensinadas” ( 2 Ts. 2.15)


Os Palestrantes, bem com suas respectivas palestras são apresentados abaixo.


13/07 – “Breve Histórico do Presbiterianismo no Brasil e no Nordeste” – Rev. Cláudio Henrique (Pr. da 1a Igreja Presbiteriana do Recife. Doutorando em História da Igreja e Prof. de História da Igreja no Seminário Presbiteriano do Norte)


14/07 – “A Importância dos Credos e Confissões no Presbiterianismo” – Rev. Daniel Carneiro (Pr. da Congregação Presbiteriana de Prazeres. Mestre em Teologia Sistemática e Prof. de Teologia Sistemática no Seminário Presbiteriano do Norte)


15/07 – “Os Oficias Presbiterianos e seus Votos” – Rev. Francisco Cardoso (Pr. da Igreja Presbiteriana Reformada em Recife. Mestre em Teologia Sistemática. Prof. de Teologia Sistemática)


16/07 – “Disciplina Eclesiástica: Marca de uma verdadeira igreja” – Rev. Gaspar de Souza (Pr. da Igreja Presbiteriana dos Guararapes. Mestrando em Teologia. Prof. de Teologia Exegética e Sistemática em Instituições de ensino Teológico [SPN, SBNe, STPN])


17/07 – “Os Presbiterianos e o Dia do Senhor” – Bel. Jaziel Cunha.( Linc. Igreja Presbiteriana Conservadora em Paulista. Pós-graduando em Teologia Exegética pelo Seminário Presbiteriano do Norte)


Na ocasião contaremos com um stand contendo literatura de altíssima qualidade bíblico-teológico para aquisição, a preço de custo e com excelentes descontos.


Você não pode perder este maravilho encontro; é uma rica oportunidade para, em dias de escassez bíblica, aprender acerca da Escritura do Senhor.


Esperamos você e sua família. Traga seus amigos e irmãos. Não se esqueça: 13 – 17 julho, 19h – 21h. Abaixo você encontrará um mapa para facilitar sua chegada.


ENTRADA FRANCA!

Para contato, disque: 3341-5430 / 8781-5672 ou, se preferir: profgaspardesouza@gmail.com


Desde já esteja preparado para, se o Senhor quiser, e se vivermos (Tg 4.15), o 3o encontro, cujo tema será: “Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo(Tt 2.13) – Os Presbiterianos e a Doutrina das Últimas Coisas (Escatologia). Já serão contatados os novos palestrantes (Profs. de Teologia Exegética, de História da Igreja, de Teologia Sistemática etc).

Postado por Gaspar de Souza

sábado, 27 de junho de 2009

PROFESSOR DESPEDIDO POR BÍBLIA NA MESA PROCESSA DISTRITO ESCOLAR EM TRIBUNAL FEDERAL

Esta é a notícia de destaque em nosso blog. Já estamos vivendo o momento em que a a "tolerância" da posmodernidade revelará que não tolera o Cristianismo; que no pluralismo pós-moderno, há lugar para todas as religiões, ideologias, comportamentos sexuais, opiniões etc., mas não haverá lugar para o Cristianismo, o Conservadorismo, a heterossexualidade e, como neste blog, opiniões que contrariem a posmodernidade. Por exemplo, ensinar o Evolucionismo é permitido, mesmo sabendo de seu comprometimento, à priori, com o Naturalismo Filosófico, com o Materialismo ou com o Ateísmo. Aquilo que reivindicam ser Ciência, não passa de um edifício construído sobre Filosofia, não sobre Fatos (aconselho, veementemente, o artigo[PDF] Fides et Sciencia - Indo além da discussão de "fatos", do Dr. Davi Charles Gomes. Também aqui). Por outro lado, se alguém propõe outras bases epistemológicas para explicar a realidade, sugerindo outro modelo que condigam com o que se é percebido (Design Intelligent, ou o Criacionismo). Será que o que eu estou descrevendo é religião? Então os Cientistas Dissidentes, céticos acerca da Teoria de Darwin, e que conta com uma lista de quase 800 doutores em diversas areas científicas.
Mais um exemplo. Você sabia que o Universidade Mackenzie promoveu já dois simpósios acerca do Darwinismo e não teve repercussão na mídia? Foram convidados Criacionistas, adeptos do DI e DARWINISTAS! Não fosse a Net, ficaríamos no obscurantismo televisivo! Clique aqui para os vídeos sobre o simpósio.
Sabe-se de Escolas e Universidades, em que professores são esotéricos, intuitivos, místicos, e que ensinam estes pensamentos em sala de aula. Porém, se um professor cristão carregar consigo um símbolo do Cristianismo, então logo é retaliado, como aconteceu Mount Vernon, Ohio. Um professor foi demitido por ter uma Bíblia sobre sua mesa de trabalho!
Mas, deixo para que vocês leiam a matéria. Leiam, comentem, divulguem. Na blogosfera, ainda há liberdade.
_______________________________________________________

Um professor de escola pública do nível 8 diz que foi demitido por recusar remover sua Bíblia pessoal de sua mesa de sala de aula. Agora, ele está colocando o distrito escolar diante de um tribunal federal, processando-os por difamação e quebra de contrato.

John Freshwater, professor com 24 anos de experiência, entrou com processo na terça no Tribunal Regional de Ohio contra a diretoria da Escola Municipal Mount Vernon, e seus diretores, por descontinuarem seu contrato. Ele acusa o distrito de violar a política pública de Ohio, e perpetrarem perseguição religiosa, retaliação, conspiração e difamação contra ele.

Em junho do ano passado, a Escola Municipal Mount Vernon votou unanimemente para despedir Freshwater de sua posição de ensino com base no relatório de um investigador independente, que constatou que Freshwater havia “queimado” o que apuraram ser uma cruz (e não um “x” como Freshwater afirmou) no braço de um estudante durante um rotineiro experimento científico, ensinado religião na sala de aula, recusado remover artigos religiosos da sala de aula e orado numa reunião da Federação dos Atletas Cristãos, que é um grupo liderado por estudantes cristãos onde Freshwater é conselheiro.

Contudo, o evento que evidentemente precipitou a investigação da diretoria contra Freshwater foi sua recusa de remover sua Bíblia pessoal de sua mesa de sala de aula — a única alegação significativa que Freshwater admitiu.

De acordo com o pastor de Freshwater, o Rev. Don Matolyak da igreja Assembléia de Deus Trindade, o conflito de Freshwater com a escola começou depois que ele levantou o assunto do Design Inteligente na sala de aula depois de ensinar a teoria da evolução.

“Desde então, há pessoas querendo brigar com John”, Matolyak disse para LifeSiteNews.com numa entrevista no começo deste ano. Embora a Bíblia tenha sido a causa imediata da demissão de Freshwater, o relatório investigativo feito em Freshwater indica que qualquer expressão da religião de Freshwater na escola pública, inclusive trazer outros pontos de vista para facilitar debate em sua aula da evolução biológica, foram a principal preocupação da diretoria da escola.

O “relatório Freshwater” do investigador revelou que Freshwater costumava incentiva análise crítica e debate sobre a evolução darwiniana, e distribuir materiais suplementares sobre Design Inteligente e evolução. Freshwater também contestou um artigo da revista Time que afirmava que os cientistas haviam descoberto um “gene gay” e em vez disso frisou para seus estudantes que a conduta homossexual é um assunto de escolha pessoal e pecado na Bíblia.

Em respostas a um questionário dado para estudantes que estavam iniciando o nível 9, um número declarava que a evolução era um de seus tópicos favoritos em ciência devido à abordagem imparcial ensinada por Freshwater no nível 8. Um estudante escreveu que a evolução era o assunto favorito que era coberto “porque aprendemos sobre isso e como pode e não pode ser verdade e obtivemos os dois lados da história”. Outro disse: “Gosto da aula de evolução porque sempre tivemos debates nesse assunto”.

No entanto, pelo fato de que os estudantes que estavam começando o nível 9 estavam desafiando as posições dos professores acerca da evolução, os professores se queixaram de que tinham de “re-ensinar” a evolução aos estudantes como um fato incontestável. O relatório citou uma professora que se queixou de que Freshwater estava “dando aula deturpada de ciência (isto é, que há alguma espécie de ‘diferença entre fatos e hipótese’)”, de modo que ela tinha de começar todo ano “re-ensinando os estudantes como a ciência REALMENTE funciona”.

De acordo com a Associação Internacional de Educadores Cristãos (AIEC), os funcionários da Escola Municipal Mount Vernon receberam ordens da diretoria neste ano escolar de “remover todos os materiais e manifestações religiosas de suas salas”.

“Estou contente de ver um professor de escola pública como John Freshwater disposto a sair da acomodação e lutar pela liberdade religiosa que nossos antepassados garantiram para nós por meio da Constituição dos EUA”, disse sobre o caso Finn Laursen, diretor executivo de AIEC.

“É da máxima importância que todos os educadores, estudantes e pais cristãos dêem passos à frente para insistir em seus direitos, ou esses direitos vão aos poucos ser derrubados”.

Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com/

Postado por Gaspar de Souza

quinta-feira, 25 de junho de 2009

ECOLOGIA ESOTÉRICA

O artigo abaixo é da pena do Dr. Samuel Costa. Como de costume, o autor alerta para as sutilezas da Nova Era. Foi publicado no site Chamada da Meia Noite.
_____________________________________________________

"Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis. Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si; pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém" (Romanos 1.22-25).

A sala de aula tem galhos e folhas espalhados pelo chão. A professora solicita aos alunos que se comuniquem com supostos espíritos contidos nas árvores, plantas e animais, e durante o recreio as crianças erguem os braços em direção ao sol para serem "energizadas". Você está pensando que esta é uma típica sala de aula em uma escola do ensino fundamental em Bombaim, Calcutá, Nova Déli, ou em qualquer outra cidade indiana? Errou! Estou me reportando a uma escola recifense, no Nordeste do Brasil, em pleno século XXI.

É até louvável plantar árvores no Dia da Terra (22 de abril), do Meio Ambiente (5 de junho) e da Árvore (21 de setembro). E não existe nada de errado em plantar uma árvore todos os dias do ano, desde que a motivação seja correta.

A natureza é criação do nosso maravilhoso Pai Celestial. Cuidar dos diversos ecossistemas e preservar a natureza é dever do cristão. Deus entregou essa responsabilidade ao homem desde o início do planeta Terra (Gênesis 1.26 a 31). Mas os esotéricos, seguindo os passos do hinduísmo, estão mais e mais colocando a ênfase maior na criação e não no Criador.

No cristianismo só existe um único Deus, transcendental e separado da natureza. No esoterismo, Deus é a natureza e está dentro de cada elemento da criação (isso é panteísmo, uma velha doutrina do hinduísmo). Os místicos jogaram fora o conceito de um Deus único, Criador e transcendental, e advogam a deificação do homem e da natureza.

A exemplo do hinduísmo, os místicos passaram a afirmar que existem espíritos dentro de cada elemento da natureza e incentivam as pessoas a se comunicarem com eles. O pior é que muitos místicos não aceitam que os espíritos que induzem as pessoas a pensar que estão infiltrados em plantas, rios, animais, entre outros elementos da natureza, são maus (demônios). Essas entidades da maldade podem se disfarçar de boazinhas e comunicar-se com as pessoas. Do ponto de vista do cristianismo, se alguém consegue dialogar com algum elemento da natureza, sem dúvida está se comunicando com algum tipo de criatura angelical do mal disfarçada, e jamais com um espírito inerente à própria natureza.

Louvai a "Deusa-Mãe Terra"

Os esotéricos acreditam que o universo está no período de transição entre a Era de Peixes e a Era de Áquario (que é a "Nova Era"). Durante a Era de Peixes, segundo os místicos, o mundo foi influenciado pelo aspecto masculino racional e destrutivo do cristianismo. Afirmam também que a Nova Era será regida pelo aspecto feminino intuitivo do esoterismo.

Os neopagãos esperam que a era feminina irá curar o mundo. Para eles, a era masculina tem sido um período de relacionamentos quebrados e destrutivos.

Os apologistas cristãos Russ Wise e Tal Brooke, em um artigo intitulado Goddess Worship (Culto à Deusa), afirmam:

Rosemary Radford Ruether, no seu livro Womanguides: Readings Toward a Feminist Theology (Guias para a Mulher: Leituras em Direção a uma Teologia Feminista), mostra a quem devemos buscar para salvação no novo credo: "é nas mulheres que procuramos a salvação nas águas restauradoras e curativas de Aquarius. É para tal Nova Era que olhamos agora com esperança, enquanto a presente era de masculinismo é bem-sucedida em se auto-destruir". É um evangelho ginecocêntrico.

De acordo com Starhawk, uma bem conhecida autora e auto-proclamada bruxa feminista, residente em Berkeley: "o simbolismo da deusa não é uma estrutura paralela para o simbolismo de Deus o Pai. A deusa não governa o mundo; ela é o mundo.’ Para que esta era feminina venha a uma total fruição, uma mudança de consciência tem de ocorrer no mundo, uma mudança no pensamento que produzirá a deusa".[1]

A personificação da Terra é conhecida como teoria Gaia. Gaia é a deusa da Terra na mitologia grega e romana – a "Mãe Terra!"

Starhawk, a bruxa feminista já citada, relatou no seu livro The Spiral Dance (A Dança Espiral):

O modelo de Deusa, que está imanente na natureza, nutre respeito pela santidade de todas as coisas vivas. Sem dúvida, ela é Gaia, a Deusa da Terra. Em decorrência disso, a bruxaria reivindica ser a religião da ecologia. Reivindica que seu alvo é a harmonia com a natureza para que a vida não apenas sobreviva, mas seja bem sucedida.[2]

Indubitavelmente, o atual movimento naturalista em defesa do meio ambiente está fortemente influenciado por bruxas, esotéricos e muita gente que defende crenças neopagãs. Os nova erenses prometem reintroduzir o aspecto sagrado à Terra que dizem ter sido propositadamente destruído pelo mundo cristão. Os místicos acreditam que sararão a Terra de todos os problemas que lhe foram supostamente causados pelo Deus da Bíblia e Seus seguidores. Na verdade, a Terra só é sagrada quando vista sob o prisma das religiões pagãs orientais. No cristianismo, a Terra é criação de Deus e jamais lhe foi dado um espírito e tampouco o título de divindade.

Se o cristão colocar uma lupa sobre essa Gaia (a deusa Terra), vai observar o inevitável: ela tem seus dentes e garras sujos de sangue, pois é o próprio inimigo das nossas almas disfarçado.

A "Deusa" em nós

Os esotéricos ensinam que "Gaia", a deusa Terra, somos nós e nós somos ela. Acreditam que todos são um, pois todos surgiram supostamente de uma única célula (monogênese).

Preste atenção a um pequeno trecho de um discurso que se tornou símbolo de campanhas ecológicas, atribuído ao chefe índio Seattle em 1854, endereçado a um representante do governo dos Estados Unidos da América: "Tudo o que acontecer à Terra acontecerá aos filhos da Terra. Se os homens cospem no solo, estão cuspindo em si mesmos".

Alguém dificilmente deixaria passar despercebida a semelhança entre a declaração do líder indígena acima, a doutrina hindu que prega que somos um com os elementos da natureza e com Deus (monismo) e as afirmações nova-erenses de que devemos cultuar a "Mãe Natureza"e identificar-nos com ela. São dogmas idênticos de culturas pagãs diferentes. São todas crenças pagãs que prestam reverência à criação e aos supostos espíritos contidos na criação, em vez de ao Deus pessoal que nos criou.

O movimento esotérico em prol do meio ambiente acredita que a humanidade é produto de forças evolucionais inerentes ao próprio universo. Baseados nessa teoria, deveríamos nos re-sintonizar com a natureza, "Nossa Mãe", em vez de nos reconciliarmos com o nosso Deus. Os nova erenses têm adotado o ponto de vista dos xamãs, de muitos pajés indígenas e dos místicos do Oriente de que o universo é uma entidade viva, da qual somos todos partes integrantes. Portanto, acreditam que nos tornamos completos quando nos re-ligamos com a natureza ou a "Mente Universal".

Os já citados apologistas cristãos, Russ Wise e Tal Brooke, afirmam:

Acreditam que a deusa reside dentro do ser humano e necessita simplesmente ser despertada. Então Starhawk [...] afirma que o indivíduo pode despertar a deusa apenas invocando e convidando que a sua presença se manifeste: "Invocar a Deusa é despertar a Deusa dentro de nós, [...] é este aspecto que nós invocamos. Uma invocação canaliza poder através da imagem da Divindade visualizada".

Starhawk continua: "Nós já somos um com a Deusa – ela tem estado conosco desde o início, então a plenitude se torna... uma questão de auto-consciência. Para as mulheres, a Deusa é o símbolo do mais íntimo da pessoa. Ela desperta a mente, o espírito e as emoções".[3]

A natureza nem sempre é boa

Dave Hunt é um dos mais respeitáveis apologistas cristãos da atualidade e um estudioso sobre ocultismo. No livro Occult Invasion, Hunt nos adverte:

Um dos caminhos mais aceitos e seguros que leva ao ocultismo nos dias atuais é o movimento de volta para a natureza em nome da preservação ecológica do nosso planeta. A Terra tem sofrido muitos danos nocivos em conseqüência do descuido e da avareza da humanidade. Enquanto as nações industrializadas têm de levar sua cota de culpa, algumas das piores poluições e destruições têm ocorrido em terras comunistas, como também em países em desenvolvimento no Terceiro Mundo. Além disso, poluição (tais como aquelas causadas por erupções vulcânicas) e destruições (tais como pragas das plantas e insetos, incêndios de florestas causadas por raios ou pragas) são partes integrantes da própria natureza.

No entanto, a ilusão popular de que qualquer coisa ’natural’ é necessariamente benéfica, tem ganho aceitação incontestada. Parece que foi ignorado que nada é mais natural do que doença, sofrimento, morte e desastres naturais (furacões, terremotos, secas, enchentes, apenas para citar alguns). De fato, é contra estas destruições regularmente provocadas pela natureza que a humanidade tem desesperadamente lutado para se proteger e, fazendo isso, tem chegado até o presente nível de civilização.

Parece mais do que irônico que após os homens terem lutado por séculos contra as forças da natureza, algumas vezes mortais e freqüentemente antagônicas, há agora um movimento crescente e popular conclamando uma parceria com estas mesmas forças.[4]

A proposta de parceria com a natureza soa convidativa, mas não confortaria e tampouco enxugaria as lágrimas dos milhares de familiares que perderam seus entes queridos vitimados pela fúria da natureza. Sejam sufocados e putreficados sob os escombros e entulhos provocados pelos terremotos avassaladores que atingiram a Turquia e a Índia; esmagados pelos destroços deixados por furacões na Flórida; de inanição nas secas do Nordeste ou afogados nas enchentes do Sul do Brasil. Para aquelas e outras vítimas da natureza, a "deusa Gaia" não poderia ter sido mais cruel, malvada e impiedosa.

Conclusão: fiquem de olhos bem abertos

Minha filha Monique, aos onze anos de idade, cursava a quinta série do ensino fundamental e foi solicitada pelo seu professor de artes a desenhar um "tema livre" em uma blusa de malha. Sem qualquer influência minha, Monique desenhou o globo terrestre. Acima do globo escreveu: "Deus o criou". E logo abaixo colocou: "perfeito e devemos preservá-lo".

Observando aquela singela obra de arte feita por uma pré-adolescente, meditei: essa é a simplicidade que exige reflexão e qualidade! É uma mensagem com uma profundidade espiritual tremenda! É uma mensagem contemporânea! É a correta cosmovisão do cristão! É um lema para uma preservação ecológica cristã!

É exatamente o inverso da pregação esotérica que nos ensina a preservar o planeta Terra como um método para descobrirmos o deus que supostamente somos. A ecologia esotérica apregoa que preservando a natureza vamos despertar em nós a deusa Gaia. Aceitar essa doutrina mística é beber profundamente no poço pagão do hinduísmo. Do prisma cristão, é ser tão míope ao ponto da criatura querer ser igual ao seu Criador. É cair no conto da serpente do Éden: "sereis iguais a Deus" (Gênesis 3.5). É transformar-se em um "Frankenstein" espiritual.

Seduzir as crianças para o ocultismo através da ecologia esotérica é, sem dúvida, uma armadilha bastante atraente usada por Satanás.

Como pais e avós evangélicos devemos ficar, mais do que nunca, de olhos bem arregalados, vigiando as escolas e os professores dos nossos filhos e netos. Mas para isso é preciso que os pais e avós saibam discernir a ecologia sadia da esotérica. Apoiar e incentivar a preservação da natureza de maneira espiritualmente correta é fundamental! Da mesma forma, execrar e criticar aquelas noções que seduzem nossas crianças para o misticismo, é essencial!

Atenção, papais e mamães... fiquem de olhos bem abertos! Nossos filhos estão sendo galanteados por uma ecologia esotérica parida do hinduísmo e endossada pela Nova Era.

As escolas que passam noções esotéricas para os alunos são como um flautista de Hamelin de início de milênio. Só que, em vez de atrair as crianças para o rio Weser com o som de uma flauta, pode levá-las para o lago que arde com fogo e enxofre.

Atenção, liderança cristã... os modismos da igreja cristã seguem, com algum atraso, os da cultura secular. Preservar o meio ambiente está na crista da onda. Os cristãos devem, portanto, ter bastante cautela antes de se engajar no modismo do ambientalismo. Preservar os diversos ecossistemas é bom demais, mas preservar a fé é ainda melhor.

Que as várias manifestações da natureza possam nos quebrantar diante da majestade do Criador: "Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste, que é o homem mortal para que te lembres dele? [...] Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome sobre toda a Terra!" (Salmo 8.3-9). (Dr. Samuel Fernandes Magalhães Costa - http://www.chamada.com.br)

Notas:

  1. Artigo "Goddess Worship", Spiritual Counterfeits Project Newsletter. Berkeley, California, USA, volume 23:2, Winter 1998/99, páginas 1 e 4.
  2. Starhawk, The Spiral Dance. Harper and Row, New York, USA, 1989, página 23.
  3. Artigo "Goddess Worship", Spiritual Counterfeits Project Newsletter, página 9.
  4. Hunt, Dave, Occult Invasion. Harvest House Publishers, Eugene, Oregon, USA, página 131.
Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite, julho de 2005.


LITUÂNIA ENTENDE O PERIGO!



LITUÂNIA APROVA LEI CONTRA A PROPAGANDA HOMOSSEXUAL NAS ESCOLAS E MEIOS DE COMUNICAÇÃO

Peter J. Smith

VILNIUS, Lituânia 18 de junho de 2009 (Notícias Pró-Família) — O Parlamento da Lituânia deu aprovação final a uma lei que proíbe os meios de comunicação e as escolas de promoverem condutas adversas ao desenvolvimento dos jovens, inclusive exposição pública à violência, suicídio e propaganda homossexual.

O Seimas, que é o Parlamento da Lituânia, aprovou a lei na terça-feira. A lei proíbe a disseminação de informações públicas que sejam reconhecidas em geral como tendo efeito negativo na saúde mental e no desenvolvimento físico, intelectual e moral dos jovens. Isso inclui a propagação de informações que “incitem a opinião pública a favor das relações homossexuais e bissexuais ou da poligamia”.

Contudo, a lei atual necessita de sanções sérias contra os infratores. Os legisladores haviam debatido, mas rejeitaram por pequena margem em 11 de junho, uma emenda que teria multado ou preso os infratores com até três anos de cadeia.

A versão final da lei foi aprovada com 67 parlamentares votando a favor, três contra e quatro abstenções.

A coalizão conservadora governista apoiou a lei como parte de seus contínuos esforços para fortalecer e incentivar a família natural.

A lei precisa ainda da aprovação do Presidente, que tem dez dias para autorizar um veto depois que o projeto de lei for assinado pelo presidente do Seimas Valinskas.

A Anistia Internacional e os grupos de ativistas homossexuais condenaram o projeto de lei, alegando que viola os direitos humanos, tais como a liberdade de expressão e a proteção contra a discriminação.

Vladimir Simonko, diretor da Liga Gay Lituana declarou: “Este é uma terça negra, isto é homofobia institucionalizada”, acrescentando que sua organização pedirá que o Presidente Valdas Adamkus vete a lei.

No entanto, o parlamentar Jarosaw Narkiewicz, disse ao diário católico polonês, Nasz Dziennik, que ele crê que o Presidente Adamkus assinaria a lei.

“Os membros do parlamento chegaram a uma conclusão, de que essa conduta, que tem um efeito destrutivo nas crianças, não pode ser tolerada. A situação presente nos meios de comunicação influenciou isso”, disse Narkiewicz numa entrevista. “Estamos vendo violência crescente nos meios de comunicação, e menores de idades estão tendo acesso a isso. Tentamos também apresentar a homossexualidade ou a bissexualidade de um modo positivo, não apenas em programas de entretenimento ou entrevistas, mas também em programas educacionais. É verdade que esses tipos de condutas são contra a lei natural e contra o Cristianismo, mas esse fato é em grande parte ignorado”.

Narkiewicz acrescentou que a lei não é inteiramente satisfatória para ele já que não tem penalidades que desencorajariam grupos de violar a lei.

A parlamentar Aleknaite-Abramkiene disse para o jornal Baltic Times que os legisladores não estavam tencionando discriminar os homossexuais, mas em vez disso queriam garantir paz na comunidade e respeito pelos valores das famílias lituanas.

“A opinião pública é bem clara — eles não querem uma demonstração de sexualidade”, disse ela. “As pessoas querem viver de acordo com suas regras, com liberdade para que cada um viva como quer, mas sem intervir na vida pública e influenciar os jovens”.

“Essa lei criará um equilíbrio democrático entre a maioria e a minoria — queremos paz”.

A Lituânia e sua vizinha Látvia têm nos anos recentes se tornado importantes alvos de propagandas e demonstrações antagonizantes de ativistas homossexuais europeus, que fizeram ou tentaram fazer paradas de orgulho gay sexualmente provocantes nas capitais dos países bálticos.

Em 2007 e 2008, autoridades de Vilnius e Kowno proibiram uma demonstração tal, uma “marcha de tolerância” organizada sob a direção da Comissão Européia.

Postado por Gaspar de Souza

MICHAEL JACKSON MORRE AOS 50 ANOS


Notícia Mundial

ÃO PAULO - O cantor Michael Jackson morreu após sofrer uma parada cardíaca e ser levado às pressas a um hospital em Los Angeles nesta quinta-feira, 25, segundo fontes da agência Associated Press. Segundo o jornal Los Angeles Times, o Corpo de Bombeiros recebeu uma ligação por volta das 12h26 (no horário local) e o astro pop não estava respirando quando o serviço de emergência chegou em sua mansão. Os paramédicos fizeram uma massagem cardiorrespiratória e o levaram para o Centro Médico UCLA, disse o capitão Steve Ruda ao diário. Os jornais confirmaram a notícia, divulgada em primeira mão pelo site de celebridades TMZ, de que o cantor havia sofrido um ataque cardíaco.

O rei do pop que mudou o mundo com seu ritmo e danças exuberantes, autor de Thriller, música que dá título ao disco mais vendido da história - 100 milhões de cópias -, tinha 50 anos.

Depois de anos recluso, Michael Jackson, aos 50 anos, estava em fase de preparação de sua volta aos palcos para uma série de 50 shows em Londres, que deveriam começar no dia 13 de julho e terminar em março de 2010.

Os ingressos para os shows se esgotaram em cinco horas no mesmo dia em que foram colocados à venda, no último mês de março, e os shows deveria render ao cantor mais de US$ 50 milhões, segundo cálculos da Billboard.

As revistas já haviam começado a falar das extravagâncias na criação de seu figurino com nada menos que 300 mil cristais Swarovski incrustados, segundo a revista especializada em música Rolling Stone.

A turnê This Is It representava a volta do astro pop à cena musical, já que desde sua absolvição em um processo por abuso infantil na Califórnia, em 2005, havia aparecido pouco em público. O cantor vendeu mais de 750 milhões de discos e recebeu 13 prêmios Grammys. Michael deixa três filhos: Michael Joseph Jackson, Jr., Paris Michael Katherine Jackson e Prince "Blanket" Michael Jackson II.


Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,michael-jackson-sofre-parada-cardiaca--diz-site,393112,0.htm

O PRENÚNCIO DA DESTRUIÇÃO

Amanhã comentaremos através de um Vídeoblog. Não perca!

Desejo comentar a mais nova decisão do CCJ (Comissão de Constituição e Justiça do Senado), na última quarta-feira: a aprovação da proposta de emenda à Constituição (PEC) que acaba com o prazo de dois anos de separação conjugal para dar entrada no divórcio, chamada de “divórcio direto”. Apresentada pelos deputados Antônio Carlos Biscaia (PT – RJ) e Sérgio Barradas Carneiro (PT – BA), com a proposta partindo do Instituto Brasileiro de Direito da Família(IBDFAM), a emenda só depende, agora, da apreciação em plenário, visto que já tramitou na Câmara e no Senado. O presidente-relator da matéria é o deputado Demóstenes Torres (DEM – GO).

O que chama a atenção é que a PEC não estava na pauta e foi colocada de última hora pelo parlamentar.
Tem-se implantado no Mundo (e, em especial, no Brasil), aquilo que a revista Christianity Today chamou de “Cultura do Divórcio”. As Políticas Públicas, em nome de um suposto “direito da família”, tem propiciado cada vez mais facilidades para esfacelamento da Família Tradicional, aquela mesma que sustentou as Culturas Modernas, como os EUA. O número de divórcio cresce a cada dia (os legais e os ilegais, aqueles que separam-se de corpos, mas não de “papéis”; sem contar aqueles que vivem numa “união estável” e que, pela dureza dos corações, acabam por desestabilizar aquela relação).

As supostas novas formas de famílias, divergentes da Família Nuclear, são portas abertas para a decadência da sociedade em geral. Decerto que Rui Barbosa, com as palavras “a família é a célula mãe da sociedade”, concebia, inclusive, a propagação e sustentação da Pátria, sendo esta a família ampliada. Uma vez multiplicada a família, como organismo vivo que é, a Pátria também cresceria.

No entanto, este organismo tem sido combalido por substâncias danosas e cancerígenas que desestruturam sua imunidade. A cada dia, novas drogas são injetadas: feminismo, feminilização da masculidade, abolição da figura paterna, indistinção dos papéis, reestruturação e novas definições para a família (e.g. duas pessoas do mesmo sexo), adoção de crianças por pares do mesmo sexo, controle de natalidade estatal, desvalorização da vida dos fetos, supervalorização do consumo, bombardeio de propagandas de sexo pré-conjugal, extra-conjugal, nudez e, entre outras, o divórcio como opção aos conflitos.

Órgãos como o IBDFAM escondem o horror travestido(ops!) das “boas intenções”(oh, ditado certo aquele!) de seus objetivos no “Estatuto das Famílias” ou no projeto 2.285/07 apresentado pelo Dep. Sérgio Barradas Carneiro (PT), membro da IBDFAM. Mas, veja bem o que a IBDFAM entende por famílias:

Estatuto das Famílias

Artigo 3: É protegida como família toda comunhão de vida instituída com a finalidade de convivência familiar, em qualquer de suas modalidades.

Artigo 7: É dever da sociedade e do Estado promover o respeito à diversidade de orientação sexual.

Art. 68. É reconhecida como entidade familiar a união entre duas pessoas de mesmo sexo, que mantenham convivência pública, contínua, duradoura, com objetivo de constituição de família, aplicando-se, no que couber, as regras concernentes à união estável.
Parágrafo único. Dentre os direitos assegurados, incluem-se:
I - guarda e convivência com os filhos; II - a adoção de filhos; III - direito previdenciário; IV - direito à herança.

Não é à toa que o blogueiro Julio Severo chamou-o de “Estatuto da Destruição

Já está mais do que provado que, filhos de pais separados sofrem mais abusos e maus-tratos. O jornalista Olavo de Carvalho, no Diário do Comércio (10/03/2009) comenta:

Na Inglaterra, os filhos de mães solteiras sofrem 73 vezes mais abusos fatais – e 33 vezes mais abusos sérios sem morte – do que as crianças criadas em famílias completas. Nos EUA, 55 por cento dos assassinatos de menores de idade acontecem em casas de mães solteiras. Raríssimos casos de abusos de menores acontecem em lares íntegros, com um pai e uma mãe regularmente casados. A presença de um pai é, hoje como sempre, a maior garantia de segurança física para as crianças. Aqueles que removeram esse pai, entregando as crianças à mercê dos amantes de suas mães, são diretamente culpados pela epidemia crescente de violência contra crianças, e são eles mesmos que tiram proveito dela, arrogando-se cada vez mais autoridade para solapar a da família constituída e colocar um número cada vez maior de crianças sob a guarda de assistentes sociais politicamente corretos.

Mas, quem vai prestar atenção a estes dados, quando a agenda relativista e pagã está por trás de tais mudanças? Relativista porque considera todos os pontos de vistas (menos o judaico-cristão, claro) como válidos, mas não avaliam as possíveis implicações; pagã porque rejeita os valores que fundaram o Ocidente e as Democracias, os valores judaico-cristãos.

Enfim, o “divórcio direto”, o número de pais e mães solteiras aumentarão(como se já não fosse o bastante); as famílias ficarão cada vez mais deterioradas e os valores morais sólidos serão desprezados, gerando uma geração de filhos solitários, sem pai e sem mãe, mas, como eles desejam, filho de “dois pais” ou “duas mães”. Não há o menor esforço para salvar casamentos e famlías. Optam pela "dureza dos corações". Será o prenúncio da nossa extinção.

Postado por Gaspar de Souza

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Descobertas na Alemanha flautas com 35 mil anos


O início do livro de Genesis registra: “e o nome de seu irmão era Yubal; este era o pai de todos que tocam cítara e flauta”(Gn 4.21).

Yubal (Jubal), o descendente de Caim, é considerado o patrono de todos os que tocam flauta.

Pois bem, o Science News, publicou a descoberta de flautas de ossos da Idade da Pedra, descoberta na Alemanha. O site Sociedade Independente de Comunicação publicou a matéria em português. Fique com a matéria abaixo.
_______________________________________________________

Descobertas na Alemanha flautas com 35 mil anos

Velhas flautas de marfim com mais de 35.000 anos foram encontradas no sudoeste da Alemanha, constituindo os mais velhos instrumentos musicais conhecidos do Paleolítico Superior, segundo um estudo revelado hoje na revista Nature.

Doze pedaços de uma flauta em osso, de 21,8 centímetros de comprimento e oito de diâmetro, foram encontrados em Setembro de 2008 na gruta alemã de Hohle Fels, podendo atingir idades entre os 37.000 e os 29.000 anos.

O instrumento é talhado em osso de asa de abutre-fouveiro, também conhecido por grifo, revelam Nicholas Conard e Susanne Mnzel, da Universidade de Tbingen, e Mar
ia Malina, da Academia das Ciências de Heidelberg.



"As superfícies da estrutura da flauta estão em excelente estado e revelam inúmeros detalhes sobre o seu fabrico ", acrescentaram.



O instrumento conta com cinco aberturas e quatro rasgos finos que seriam "provavelmente os marcadores para indicar as posições precisas onde os buracos deviam ser furados" com a ajuda de pedras grossamente talhadas, precisaram os investigadores.



A flauta tem também dois entalhes profundos em V numa das suas extremidades e os arqueólogos acreditam que esses entalhes deveriam servir de bocal.

As escavações em Hohle Fels trouxeram também à luz do dia dois pequenos fragmentos de flauta em marfim de dimensões diferentes pertencentes a dois instrumentos distintos.



Um outro fragmento de flauta em marfim foi também encontrado no vale de Lone, a muitas dezenas de quilómetros de Hohle Fels.



"A técnica de confecção de uma flauta a partir de marfim é muito mais complexa do que a realizada a partir de osso de pássaro ", lê-se num comunicado da Universidade de Tübingen, que acrescenta que "tendo em conta a fragilidade do marfim, é frequente encontrarem-se peças isoladas de objectos".

A datação com carbono 14 para encontrar a idade dos objectos dá uma idade compreendida entre os 41.000 e os 31.000 anos, mas outros métodos, como a termoluminescência, permitiram precisar que os objectos têm 36.000 anos.

Foi também em Hohle Fels que a equipa de Nicholas Conard descobriu, igualmente em Setembro de 2008, uma estatueta com 35.000 anos, a mais velha representação conhecida de um corpo feminimo, que é conhecida como a Vénus de Hohle Fels e que já foi objecto de uma publicação na Nature no mês passado.

A localização da flauta em osso distava apenas 70 centímetros da figura feminina da mesma idade o que pode sugerir "a existência de uma possível ligação entre estes dois vestígios", acrescenta o comunicado da Universidade de Trlingen.

"A descoberta dos instrumentos musicais demonstra que já existia uma cultura musical no período Aurinaciano (Paleolítico superior)", afirmam os arqueólogos.

Flautas em osso de pássaro datadas do Paleolítico Superior, provavelmente do Aurinaciano, foram descobertas no início do século XX nos Pirinéus franceses, mas como as escavações foram mal documentadas não foi possível datar os objectos com precisão.

Fonte: http://sic.aeiou.pt

Postado por Gaspar de Souza

terça-feira, 23 de junho de 2009

ATEÍSMO REMIX



video


Em 2008, a Editora Crossway Books, lançou o livro do Dr. R. Albert Mohler Jr., Atheism Remix. O Dr. Mohler tem sido reconhecido como um dos líderes evangélicos americanos mais influentes da atualidade, sendo destaque na Time e na Christianity Today, juntamente com outros mais recentes reformados (John Piper, Mark Denver, Mark Driscoll etc). Desde 1993, com 33 anos, Al Mohler assumiu o Southern Baptist Theological Seminary, que até então havia permanecido aberto a professores moderados e liberais. Mohler dirigiu a faculdade e reforçou a confissão de fé da faculdade, a partir de documento referencial da Reforma, a Confissão de Fé de Westminster.


O trabalho de Al Mohler é imenso: Culture Shift: Engag ing Current Issues with Timeless Truth (Multnomah), Desire & Deceit:The Real Cost of the New Sexual Tolerance (Multnomah), Athei sm Remix: A Christian Confronts the New Atheists (Crossway), He Is Not Silent: Preaching in a Postmodern World (Moody), e, o lançamento The Disappearance of God: Dangerous Beliefs in the New Spiritual Openness (Multnomah).


Para aqueles, no Brasil, a quem não chegam excelentes livros, principalmente na linha defensiva do Cristianismo, a Editora Fiel traduziu o livro Atheism Remix (Ateísmo Remixado, R$ 19,00. Um excerto do livro (Prefácio por Dr. Davi Charles Gomes; e Introdução pelo próprio Mohler podem ser encontrados mesmo link)).

Sem dúvida que este livro vem preencher uma lacuna na biblioteca dos estudantes, professores e apaixonados na defesa da fé cristã. Por qual motivo?


Primeiro, porque Al Mohler não trata do antigo ateísmo, mas de um novo, militante, reestruturado ateísmo. Seu foco é os “Novos Ateístas”. Estes Novos Ateístas “têm escritos bestsellers que tem alcançado muito além do público tradicional para tais livros. Livros por Richard Dawkins e Christopher Hitchens permanecem semanas e meses na lista dos mais vendidos no New York T|Imes. Claramente alguma coisa está acontecendo”, diz o autor.


O que está acontecendo é que estes novos “apóstolos” não estão seguindo as pegadas de Marx, Freud ou Nietzsche. “O Novo Ateísmo não é apenas uma reafirmação do ateísmo. É um movimento que representa um maior desafio público ao Cristianismo do que aqueles proposto pelos movimentos ateístas anteriores. Além disso, o Novo Ateísmo não é apenas outro exemplo de promoção de uma ideia na era pós-moderna. Os Novos Ateístas são, em suas próprias maneiras, evangelistas no desejo e ambiciosos na esperança. Eles veem o ateísmo como a única cosmovisão plausível para nossa epcoa, e veem a crença em Deus como um perigo evidente – um produto do passado que nós não podemos tolerar por tanto tempo, muito menos encorajar”.


Os Novos Ateístas (Dawkins, Dennet, Hitchens, Harris – “os quatro cavaleiros do apocalipse”[Davi Charles Gomes].) dispõem de um novo cenário: a pós-modernidade. O público está ávido por qualquer coisa que conceda alguma razão para o sentido de ser.


Enfim, a obra de Al Mohler em português muito ajudará o debate, preparará os cristãos e auxiliará os estudantes a enxergarem as bases epistêmicas do Novo Ateísmo, confrontado-os com a profundidade do sistema cristão.


Postado por Gaspar de Souza

ENEM? NEM EU!

Como se sabe, o ingresso nas Universidades Federais neste ano se dará por meio do ENEM (Examen Nacional do Ensino Médio). Será o meio para acesso ao nível superior das "classes oprimidas". Não se desejará saber sobre matemática, português, geografia, física etc. A prova contará "com questões mais próximas da realidade dos estudantes"(http://www.enem.inep.gov.br/). Na propaganda(!), um estudante diz: "agora o que conta é o que a gente aprende". Pergunto: o vestibular tradicional avaliava o quê, então? O que ninguém aprendia nas escolas? O que será que se aprende hoje nas escolas para que o ENEM seja apto a examinar? Diz a propaganda: linguagens, matemática, ciências humanas e ciência da natureza. O que são estas coisas? Sabe-se lá!
Pensando em ajudar aos alunos a terem um bom desempenho no ENEM, Carlos Reis, articulista do Mídia Sem Máscara, elaborou um Manual.
Não se preocupe; teremos melhores "analfabetos"; todos terão diplomas nas mãos! Boa leitura!

_____________________________________________________

MANUAL DE DICAS PARA O EXAME DO ENEM

Tranqüilize-se, o ENEM foi feito por causa das minorias oprimidas; mesmo se você conseguir rodar na prova do ENEM, ainda há o Senado, o Sarney, o Supremo, o juiz Barbosa, o José Dirceu, a voz rouca das ruas, a legitimidade, o Obama, o escambau. Você não tem como ficar fora.

Se você quiser passar na prova do ENEM, a qual dá acesso à universidade brasileira da Era Lula, é bom ir se preparando. Tendo isso em vista, e querendo ajudar os alunos a entrar no mundo universitário do programa do PRO-LULA, PRO-PAC, OU PROUNI - o que vem a dar no mesmo -, este Manual lhe ensinará a ficar de acordo com essa Nova Era. O Manual lhe confirmará que tudo o que você pensa ser correto é correto. O Manual não deixará você marchar de passo errado, sempre segundo os ditames da Nova Ordem Mundial. Em última análise, o objetivo do Manual é não deixar você passar vergonha errando questões para lá de fáceis, questões que até o Lula acertaria. Pensando assim, esse Manual é mais do que uma coleção de Dicas; é o próprio espírito do ENEM. Aproveite-o!

Antes, porém, é preciso compreender que esse Manual de Dicas não nasceu para você ter medo dele e assim ter um prejuízo na sua auto-estima. Para começar, não se preocupe com erros de português; esta é a primeira Dica. Com o novo Acordo de Reforma Ortográfica os acentos e as regras gramaticais do português estão abolidos; aliás, já estavam, porque ninguém mais aprendeu a acentuar coisa alguma nas escolas da Era Lula. Esse próprio Manual de Dicas somente acentua palavras por cacoete do WORD 2000, um software elitista e notoriamente americano que insiste em corrigir automaticamente o que aqui está escrito. Ignore os acentos e não ligue para a falta deles. Lembre-se que o importante é se comunicar! Não é isso que você, caro aluno, aprendeu com a pedagogia do excluído ou do oprimido de Paulo Freire? Agora é a Novilíngua. Então, vamos lá - mãos a obra! A Nova Era educacional aprovará somente alunos que estiverem em dia com as novas modas, especialmente a moda de misturar tudo e não ensinar e aprender nada. Portanto, fique atento para as perguntas que virão todas misturadas. Por exemplo, as perguntas de matemática poderão vir apresentadas na forma de cálculos sociais ou prejuízos econômicos devido a exploração capitalista. Não vá tentar resolver questões de matemática sem levar em conta os pobre e os oprimido, os explorado, os sem-terra, e todo tipo de vitima do capitalismo. Lembre-se que tudo tem a ver com o problema social, inclusive as retas, os triângulos, os quadrados, etc. Fenômenos físicos poderão vir disfarçados em questões de energia, de etanol, o combustível preferido na mesa do apedeuta Lula. E também questões assim obrigarão o aluno a relacionar a física com as leis do meio ambiente, da floresta amazônica, do CO2, do aquecimento global. Este último item é muito sensível. Não vá se esquecer de culpar o Bush em primeiro lugar pelo fim do mundo, depois a humanidade toda, e até você mesmo. Claro, você mesmo! Você não peida? Então você é culpado pela desgraça do planeta. Não esqueça do aquecimento global que acabará com a Terra antes do quarto mandato do apedeuta. Se esquecer, você, como diz o seu presidente, sifu no ENEM!

O exame ENEM quer avaliar se você é uma pessoa crítica, que reflete, que sabe fazer perguntas em vez de respondê-las. O ENEM, portanto, é o exame perfeito para quem não aprendeu nada, nem mesmo ler e escrever. Aqui há uma falha clamorosa do exame do ENEM (se você não sabe o que é clamorosa, não se preocupe): ele exige que você saiba ler e escrever pelo menos 6 linhas - um claro entulho autoritário da ditadura! Mas não se preocupe, o governo do apedeuta está trabalhando duro para remover essa herança maldita elitista. Reflita, faça pelo menos uma cara de reflexão, tente colocar isso no papel. Questione. Desafie. Transgrida. Não seja impassível. Aja como um revolucionário socialista. Aliás, você foi treinado para isso nas Escolas. Não vá decepcionar o Ministro da Educação. E fique calmo, ninguém perguntará o nome dele!

Antes de tudo a prova do ENEM (o Manual antecipadamente se desculpa se ofender alguém ao chamar o exame do ENEM de prova) não visa a diminuir a auto-estima de ninguém. Lembre-se que você é negro, gay, índio, sem-terra; que você é tudo isso ao mesmo tempo, que você é o que quiser ser e o que diz ser, portanto você tem direitos adquiridos. Tranqüilize-se, o ENEM foi feito por causa das minorias oprimidas; mesmo se você conseguir rodar na prova do ENEM, ainda há o Senado, o Sarney, o Supremo, o juiz Barbosa, o José Dirceu, a voz rouca das ruas, a legitimidade, o Obama, o escambau. Você não tem como ficar fora.

Uma das questões mais candentes atualmente é sobre as drogas. Você deve se colocar a favor do governo e responder favoravelmente sobre esse assunto. Faça como o Ministro da Maconha do Lula: "aperte, mas não fume". Depois negue tudo. Não vá falar mal do crack, droga 100% nacional! Chega de pagar royalties ao Evo Morales e sua coca bolivariana! Queremos empregos aqui!

Na questão sobre o SUS responda que nisso já chegamos à perfeição. Não vá se queixar na prova de redação que você perdeu o pai ou a mãe por falta de hospitais, ou falta de leitos. Isso é uma mentira contra um sistema perfeito. Conforte-se com a idéia de que muitos mais morreram e que ninguém reclamou, que nenhum político se emociona com isso. Seja patriota. Adoeça e morra, mesmo de diarréia, como um cidadão brasileiro.

Nas questões de segurança responda que você se sente perfeitamente seguro em sua cidade e que esta segurança lhe foi dada pelo atual governo, afinal, nunca se prendeu tanta gente neste país como nestes anos do apedeuta. Aqueles 56 mil mortos à bala por ano foram casos de suicídio, talvez por tédio, enfado de quem não almeja mais nada na vida. O Comissário do Povo Tarso Genro está aí para garantir a sua segurança e estender a cidadania a qualquer delinqüente ou terrorista deste ou de outro país. Se você é gaúcho, lembre-se, o Comissário vem aí em 2010. Fora Yeda!

A questão sexual. Aqui cuidado. Mesmo o aluno melhor preparado poderá ter dificuldades. Este Manual lhe avisa que você deverá deixar de lado todo o preconceito e parar de reparar no cidadão homossexual que tem todo o direito de fazer sexo em público e na frente dos seus filhos menores. Você deve reprimir a tendência autoritária, fora de moda e homofóbica de reprimir a cidadania sexual das pessoas. Outro aspecto desta questão é a da pedofilia. Conforme a jurisprudência do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, estado pioneiro na Revolução Socialista, casar e manter relações sexuais com uma menina idosa e experiente de 12 anos não pode ser considerado pedofilia. Portanto, não demonstre qualquer indignação diante disso. A tendência do examinador do ENEM é a da filopedofilia ou flexibilidade sexual, igual a do Tribunal gaúcho - é o chamado direito ou lex flex-sex.

Finalmente, seja um aluno correto e obediente. Não responda nada diferente do que você leu nos últimos 15 anos em Zero Hora, Folha de São Paulo, O Globo, etc. Lembre-se que o Jornal Nacional da Globo deu a idéia do ENEM, portanto assista televisão sem parar, e preste mais atenção nas mensagens culturais, religiosas, sociais e políticas das novelas da Globo - elas balizam para você há anos o politicamente correto, o ecologicamente correto, o sexualmente correto. E, principalmente, não deixe o examinador do ENEM saber que você tem alguma religião que não seja a do Islã; em hipótese alguma afirme que o holocausto judeu existiu; que as FARC não devem se transformar em partido político; que você é contra a re-eleição do Lula. Seja um bom comunista. E, se você não conseguir responder a qualquer pergunta, por favor, sinta-se em casa e fique à vontade para colar do seu vizinho; não haverá ninguém com coragem para proibi-lo.

Boa prova.

Postado por Gaspar de Souza